terça-feira, 10 de Abril de 2012

PROEZA TINTO 2009

O que é que nos dá prazer quando abrimos uma garrafa de vinho? Com toda a certeza o seu conteúdo. E quando o preço é verdadeiramente extraordinário em relação à qualidade do vinho que estamos a beber? Então é um duplo prazer. Quando vamos a uma prateleira e nos agrada o rótulo, que na maioria das vezes é por aí que um consumidor escolhe um vinho, e pegamos numa garrafa para ler o contra rótulo e a garrafa é poderosa? O primeiro pensamento é olhar para o preço antes de ler o que quer que seja, pois o peso da garrafa também pode estar associado a um preço mais elevado.

 Foi com este vinho que senti isso mesmo, que maravilha. Este vinho mostra uma região, o Dão. Um vinho com um aroma atraente, cativante, a não querer deixar tirar o nariz do copo, e na boca....só sei que se vir mais à venda, compro. Feito com as castas Touriga Nacional, Tinta Roriz e Jaen e com estágio de 6 meses em barricas de carvalho francês de 2º e 3º ano.



Aspecto límpido,  de cor rubi e de lágrima presente.

No nariz, fruta madura com amoras, flores, excelente frescura, madeira, boa intensidade, álcool presente, ligeiro pimento e no final resina.

Na boca, seco, acidez presente, equilíbrio entre a fruta e acidez, madeira suave mas menos presente que no aroma, corpo médio, intensidade alta e de final longo e persistente.

Nota: 15,5
Preço: 2,49€ nos supermercados Aldi
Produtor: Boas Quintas Sociedade Agrícola
Enólogo: Nuno Cancela de Abreu
Enviar um comentário